domingo, 29 de outubro de 2017

A caravana Lula por Minas Gerais vai chegando ao fim. Foi uma semana de muitas emoções!

Por onde passava Lula emocionava pessoas, abraçava os simpatizantes e tirava fotos com boa parte dos presentes. O que se viu foi um homem com uma energia e um carisma extraordinário, além de uma simpatia de dar inveja e qualquer um de seus opositores. 


A caravana Lula em Minas Gerais chegará ao fim no dia 30 de outubro de 2017, entretanto, para muitas pessoas, a passagem de Lula por algumas das importantes cidades do Estado representará uma data histórica que será lembrada pelo resto de suas vidas como um momento de muita emoção. 

É impressionante como Lula atrai fortes emoções nas pessoas por onde passa. Certamente, isso ocorre devido aos benefícios que suas política públicas trouxeram a milhões de brasileiros, mesmo que alguns não reconheçam isso. 

Para quem está com dúvidas se essas emoções são verdadeiras e quem está dizendo a verdade, se é a grande mídia que tenta insistir que a caravana foi um fiasco demonstrando apenas manifestantes, ou as redes sociais que demonstram a realidade, com discursos em praças lotadas e a emoção da população em recebê-lo por onde passa, convido vocês assistirem o vídeo abaixo, da chegada de Lula a Itinga no link abaixo:


Se procurar um pouco mais os discursos de Lula em vídeo na cidade de Teófilo Otoni, Montes Claros e Diamantina, verá que as praças estavam completamente lotadas e que a caravana foi um sucesso absoluto de público e de carinho com o ex-presidente. Felizmente hoje temos as redes sociais que nos permitem buscar as informações verdadeiras e não sermos tão manipulados pela grande mídia que só quer o sucesso daqueles que financiam as suas propagandas. Links com os vídeos ao final desse post.

Perspectivas para 2018

Hoje saiu uma nova pesquisa IBOPE encomendada pela rede Globo, que trás em seus resultados a possibilidade de vitória de Lula já no primeiro turno. Lula é um fenômeno. Hoje é o único político que tem a possibilidade de mover multidões por onde passa ao mesmo tempo em que é cassado pela mídia corporativa e por algumas figuras do judiciário que querem enfraquecer a democracia não deixando o povo escolher quem o representará na presidência do país. 

De acordo com a pesquisa Lula tem entre 35 e 36% das intenções de votos, enquanto os demais candidatos somam entre 33% e 34%, dependendo do cenário. Caso a justiça deixe que o povo escolha quem quer ver comandando o país, o que em um sistema democrático normal deveria ocorrer, Lula certamente terá enormes possibilidades de ser eleito ainda no primeiro turno. Caso a justiça insista em tentar tirá-lo das eleições, mesmo sem provas, certamente o Brasil enfrentará problemas políticos, econômicos e sociais ainda por muito tempo, já que não haverá uma legitimação real através das urnas, afinal de contas, não será eleito aquele que o povo gostaria que fosse o seu governante.

Cabe aos desembargadores de Curitiba que estão com o processo de Lula a definição se a sentença deles ocorrerá de acordo com a vontade, popular, a justiça e a constituição, ou se a sua decisão será política, empresarial, de acordo com a vontade da Globo e contra a constituição. Uma decisão nesse sentido de condenar a principal figura política do país em um processo totalmente viciado e sem provas poderá trazer consequências políticas e sociais gravíssimas ao país que já está em ponto de ebulição, tendo como última esperança as eleições de 2018 para mudar de cenário. Tirar a esperança de toda uma população é um risco enorme a todos.

Perspectivas para 2019

Se Lula for impedido judicialmente, o povo ficará órfão nas urnas e as eleições se tornam uma incógnita, sendo impossível definir quem será o vencedor. Certamente Bolsonaro se torna um dos favoritos, já que conseguiu captar os votos de um imenso grupo da população revoltada com o cenário político atual. Entretanto, sem Lula nas eleições, qualquer vencedor, será eleito sem uma legitimidade real e a tendência será de mais conflitos sociais e políticos instaurados no Brasil. Pela linha de governo do possível candidato em segundo lugar nas pesquisas há uma tendência de enfraquecimento das políticas sociais e um endurecimento das políticas de repressão, o que tenderá a causar ainda mais instabilidade social e política no Brasil. 

Caso Lula seja eleito, iniciará os seus problemas para governar caso o povo não escolha bem os seus Deputados e Senadores. Se Lula não conseguir pelo menos um terço da Câmara dos Deputados e do Senado de aliados, certamente ficará nas mãos de chantagistas por todo o seu governo, dificilmente conseguirá governar e fazer as mudanças que o país necessita. É importante que o povo saiba que além do presidente é necessário que Lula tenha uma base de apoio forte e, portanto, votem em deputados e senadores aliados com o presidente, de preferência de partidos como PT, PCdoB, PDT, PSOL, Rede, que são os partidos que respeitaram a democracia e votaram contra o golpe. Quanto mais deputados e senadores desses partidos tivermos no congresso melhor tende a ser o governo de Lula para os pobres do nosso país. 

Com Lula eleito e um Congresso minimamente aliado ideologicamente, já se abre caminho para algumas mudanças necessárias e que o nosso país tanto precisa: como a possibilidade de uma reforma tributária, uma reforma política real e que atendam os interesses do povo, uma reforma no sistema de comunicação nacional, onde as empresas de comunicação tenham responsabilidade sobre suas publicações e haja uma democratização das mídias, entre outras modificações importantes na nossa legislação. Quem sabe com a maioria no Congresso o presidente não consiga até mesmo convocar um plebiscito para revogar todas as reformas realizadas por Temer. Esse seria o melhor dos cenários, entretanto, para isso ele precisaria do apoio de dois terços do Congresso. Portanto, o povo teria que saber votar muito perfeitamente no nosso parlamento para que Lula consiga êxito nessa tentativa. 

Agora nos cabe esperar com a esperança de que o povo compreenda a importância da escolha do presidente, mas que também tenha compreendido a importância da escolha dos seus Deputados e Senadores, especialmente, após perder boa parte dos seus direitos e dessas duas votações impedindo que Michel Temer, comprovadamente envolvido em corrupção, se tornasse investigado, graças a votos de deputados comprados por bilhões de reais da população. O foco da população deve mudar um pouco do executivo para o legislativo, pois sem uma câmara que defenda os interesses do povo um presidente não consegue governar para o povo. Não existe espaço vazia na política, portanto, quando você não vota em deputados e senadores progressistas, certamente estará contribuindo para que os conservadores, que possuem mais recursos para a compra de votos, assumam esses espaços, portanto, além de tudo, precisamos de capacidade e coragem do povo brasileiro para votar naqueles que representam os seus reais interesses. Talvez essa seja a nossa única oportunidade de mudar o Brasil para melhor.

Anderson Silva

Veja mais imagens da caravana:









Lula em Teófilo Otoni




















Lula em Montes Claros














Lula em Diamantina

Veja mais vídeos da carava nos links abaixo:

Lula em Teofilo Otoni
https://www.facebook.com/Lula/videos/1473059362763059/
População demonstrada nos últimos cinco minutos

Lula em Salinas
https://www.facebook.com/Lula/videos/1475614355840893/

Lula em Diamantina
https://www.facebook.com/Lula/videos/1478260695576259/